quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Pequena crónica: "Foi um penar encontrar a Márcia!"

Foi um penar para encontrar a Márcia!
Leia-se com a pronúncia micaelense:
Fou um pená pra incontrá a Márcia!
Depois dos telefonemas a combinar o nosso encontro muitos outros houve para encontrar a casa da querida amiga Márcia!

Primeiro: eu nunca pensei que aqui, na minha pequena ilha (ainda assim, a maior dos dois arquipélagos portugueses!) existissem tantas “grandes superfícies” comerciais da mesma empresa, com o mesmo nome!

Segundo: a cidade está a crescer de tal maneira que eu não conheço imensos espaços como praças, ruas, rotundas… sim, aqui também pegou a mania das rotundas!
E foi por causa das rotundas que eu me perdi por entre a chuva e o nevoeiro, feita D. Sebastião, mas, ao contrário do nosso desaparecido rei, eu apenas não encontrava o caminho certo!...

Mais uns telefonemas e… nada! Era logo ali, já estava perto, ia-me dizendo com paciência a Márcia que eu, em alta-voz do telemóvel, ia escutando atentamente, mas sem encontrar a desejada rua. Contornei as mesmas rotundas várias vezes, até por um parque de estacionamento coberto ia entrando… mas meti marcha-atrás a tempo de evitar o escuro labirinto da tal “grande superfície”! Guiar sob chuva e ler placas de ruas ao mesmo tempo é impossível… para mim! Além disso eu não resido aqui há tantos anos e muitas coisas mudaram.

Isto tudo até que a Márcia, perante a minha incapacidade, pediu ao marido que me viesse buscar! Estacionei num ponto estratégico da minha atribulada gincana automobilística e aguardei a chegada de ajuda! Em curtos minutos apareceu o meu salvador, marido da Márcia, que me guiou até à sua casa… logo ali a poucos metros do lugar onde eu estacionara!

Depois foi aquele abraço apertado da nossa amiga Márcia, tão doce e simpática, por entre as risadas que o meu atribulado trajeto provocou.
Perante tamanha confusão minha, parecendo uma cena dum filme cómico, eu disse que tal barafunda iria dar um belo post no blog!
Em várias tentativas de sugestões dum título a dar a esta hilariante história, diz o simpático e bem-disposto marido da Márcia: isso foi um penar para encontrar a Márcia!, com o sotaque acentuado característico da minha bela ilha.
E assim ficou!

Não conseguirei aqui descrever a emoção que senti perto desta querida amiga e do seu gentil marido. Ambas conversámos muito… mas muito mais haverá ainda para conversar. Isto é, da próxima será a Márcia a falar, porque desta vez praticamente fui eu que mais falei!...

Vi os seus lindos quadros bordados a ponto de cruz, os lindos presépios e enfeites de Natal e as cortinas pintadas com motivos desta época.
Comi umas especialidades daquelas que a Márcia nos mostra no seu blog e bebi o excelente licor de leite que fez (melhor do que o meu!...). Podem crer que tudo o que esta nossa amiga publica é de comer e repetir com imenso agrado!

Vou mostrar as fotos que tirámos juntas:
 E com este lindo presépio desejo a todos 

Boas Festas e Feliz Ano Novo
UM ABRAÇO

7 comentários:

  1. Querida Teresinha: não pude deixar de ler este relato com um enorme sorriso. A minha amiga tem o dom da escrita e transformou este pequeno "despiste" numa deliciosa aventura. Como lhe disse, adorei estar consigo Parecia mesmo um encontro de velhas amigas ( e "velhas" no sentido de "antigas", rsrs).Muito obrigada pela partilha do nosso encontro e espero que venham muitos mais.
    Um grande beijinho e votos de umas Boas Festas
    Márcia

    ResponderEliminar
  2. Teresinha,

    Estou voltando à blogosfera, após meses ausente e sem publicar.
    Pois é... tá vendo? Mulher no volante, perigo constante! hehehe Brincadeira. Mesmo porque, com tanta confusão, foi muito hábil para não bater em nada.
    O que é rotunda?
    Bom Natal!

    =)
    Marcos

    ResponderEliminar
  3. rsss, gostei de ler essa confusão! Você narrou de maneira bem engraçada. E vou dar um pulo no blog da Márcia para conhecê-la!
    Beijo, querida amiga! Natal está aí... e nós blogando com tanta coisa por fazer! rsss

    ResponderEliminar
  4. Um belíssimo encontro ...digno de registo!!!
    As duas estão lindas!!!

    Amiga Teresinha que seu Natal seja abençoado pelo AMOR e SAÚDE!!!

    Bj saudoso

    ResponderEliminar
  5. Olá Teresinha.
    Hoje, no café da manhã, a taís falou em ti, e na última postagem, em dezembro,
    daí ter vindo fazer esta visita. Gostei de ver pessoas que se gostam reunidas, fortalecendo laços.
    Renovo meus votos de um feliz ano de 2017.
    Abraços pra ti e para teu esposo.
    Pedro.

    ResponderEliminar
  6. Olá, Teresinha!

    Li este post e quase que juraria k o tinha comentado.

    Apesar de todas as pequenas peripécias, tu e a Márcia acabaram por se encontrar e abraçar e isso foi o mais importante.

    BOM ANO PARA TODOS!

    Beijos.

    ResponderEliminar